LLM da Apple: Empresa tem buscado ativamente treinar seus grandes modelos

A Inteligência Artificial (IA) está rapidamente se tornando uma força dominante no mundo da tecnologia, com grandes empresas investindo pesadamente no desenvolvimento de tecnologias avançadas. Entre essas empresas, a Apple emerge como um player significativo com a introdução do seu modelo de linguagem de grande escala (LLM), que promete revolucionar a forma como interagimos com dispositivos e serviços digitais. Este artigo explora os esforços inovadores da Apple em treinar seu LLM e as implicações dessas iniciativas no panorama tecnológico global.

 

Apple e as Negociações com Grandes Editoras

A Apple entrou em negociações com importantes editoras como Condé Nast, NBC News e IAC, visando licenciar seus vastos arquivos de notícias. Este movimento é parte de um esforço para treinar seus modelos LLM com dados de alta qualidade e de fontes confiáveis.

Apple e as Negociações com Grandes Editoras

A empresa considera acordos de vários anos avaliados em pelo menos 50 milhões de dólares com estas publicações, buscando acessar um espectro amplo de informações atualizadas e autênticas para aprimorar seus modelos de IA. Essas negociações indicam uma mudança significativa na abordagem de treinamento de IA, contrastando com métodos tradicionais que frequentemente dependem de raspagem de dados em larga escala da internet.

Ao invés disso, a Apple escolhe um caminho mais controlado e juridicamente mais seguro, garantindo uma base de dados consistente e confiável. Esta estratégia demonstra o compromisso da Apple em garantir a precisão e a relevância de seus modelos de IA, ao mesmo tempo que respeita os direitos autorais e a integridade dos conteúdos originais.

 

A Estratégia Única da Apple no Treinamento de AI

Diferentemente da abordagem convencional de treinamento de IA, que muitas vezes envolve a coleta de dados em grande escala da internet, a Apple opta por um caminho mais controlado e legalmente seguro. Ao licenciar conteúdo diretamente de editoras respeitadas, a Apple assegura precisão factual, diversidade de estilos de escrita e insights sobre eventos e tendências atuais, proporcionando uma base mais robusta e confiável para o treinamento de IA.

Esta estratégia enfatiza a importância da qualidade e confiabilidade dos dados, priorizando fontes que oferecem uma riqueza de informações variadas e atualizadas. A abordagem da Apple também reflete uma conscientização crescente sobre os desafios éticos e legais associados ao treinamento de IA, particularmente em relação à propriedade intelectual e à privacidade. Isso indica uma mudança significativa na indústria, onde outras empresas de tecnologia, como OpenAI e Google, também têm explorado parcerias semelhantes para melhorar a qualidade e a legalidade de seus próprios dados de treinamento.

 

Desenvolvimentos Internos: Ajax GPT e AXLearn

Um dos destaques da iniciativa da Apple em IA é o Ajax GPT, um modelo LLM que supera o GPT-3.5 da OpenAI em termos de capacidade, com mais de 200 bilhões de parâmetros. Além disso, a Apple quebra paradigmas ao tornar público o código de treinamento AXLearn, uma mudança significativa de sua abordagem tradicionalmente fechada.

Desenvolvimentos Internos: Ajax GPT e AXLearn

Isso representa um grande passo no sentido de fomentar a colaboração e inovação na comunidade de pesquisa em IA. A disponibilização do AXLearn, software interno da Apple para treinamento do Ajax GPT, no GitHub, é um exemplo dessa nova abertura, permitindo que o público acesse ferramentas pré-construídas para treinar modelos de linguagem de grande escala.

Este gesto de abertura pode impulsionar a colaboração e a inovação dentro da comunidade de pesquisa em IA, alinhando-se com uma tendência mais ampla de transparência no desenvolvimento de IA.

 

Inovações e Desafios Tecnológicos

A integração do Ajax GPT em dispositivos Apple representa um desafio técnico significativo, dada a complexidade e os requisitos de armazenamento e processamento do modelo. A Apple, conhecida por suas inovações tecnológicas, está enfrentando esses desafios ao desenvolver soluções para incorporar um LLM de 200 bilhões de parâmetros em um iPhone, o que apresenta obstáculos tanto em termos de armazenamento quanto de capacidade computacional.

Além disso, a empresa está explorando novas fronteiras com o desenvolvimento de “HUGS”, uma metodologia que permite ao iPhone gerar avatares animáveis a partir de clipes de vídeo curtos. Essas inovações refletem o compromisso da Apple em integrar IA avançada em seus produtos, mantendo-se na vanguarda da tecnologia.

No entanto, os planos exatos de como o Ajax GPT será incorporado nos dispositivos Apple ainda não foram divulgados, mantendo o mercado e os consumidores em expectativa sobre as futuras capacidades dos dispositivos da empresa.

 

Impacto no Mercado de AI e Concorrência

Os esforços recentes da Apple no campo da inteligência artificial colocam a empresa em uma posição competitiva robusta no mercado de IA. Investimentos substanciais e a aquisição de talentos de empresas líderes em IA, como Google e Meta, indicam a determinação da Apple em não apenas acompanhar, mas liderar inovações neste setor.

Impacto no Mercado de AI e Concorrência

A presença de figuras como John Giannandrea e Ruoming Pang, ambos com passagens pelo Google, na equipe da Apple evidencia uma mudança em direção a uma abordagem mais aberta e colaborativa em pesquisa de IA.

Com essas ações, a Apple busca solidificar sua posição no mercado, em um momento em que outras grandes empresas, como Microsoft, Google e Meta, já incorporaram IA generativa em seus produtos. Esta competição intensa promete acelerar ainda mais o desenvolvimento de novas tecnologias e aplicações de IA, potencialmente transformando a maneira como interagimos com a tecnologia no dia a dia.

 

Preocupações e Críticas das Editoras

Apesar do entusiasmo em torno das iniciativas da Apple na IA, existem preocupações significativas entre as editoras em relação aos termos de licenciamento e ao uso potencial da IA generativa nas notícias. Algumas editoras estão cautelosas com os termos propostos pela Apple, considerando-os demasiadamente abrangentes, e preocupadas com as responsabilidades legais que podem surgir do uso de seu conteúdo pela Apple.

Além disso, há uma incerteza sobre como a Apple pretende aplicar a IA generativa no contexto das notícias, o que representa um risco competitivo, especialmente considerando a grande audiência da Apple para notícias em seus dispositivos. Essas preocupações destacam o delicado equilíbrio entre a inovação tecnológica e a proteção dos direitos autorais e da integridade editorial.

 

AppleGPT e o Futuro da Conversational AI

A Apple está avançando significativamente no desenvolvimento de conversational AI, com o teste interno de um chatbot conhecido como AppleGPT. Planeja-se que novas funcionalidades de IA sejam incorporadas no iOS 18 e outras aplicações da Apple. Este foco no AppleGPT sugere um futuro onde a conversational AI desempenha um papel central em dispositivos e serviços da Apple, potencialmente aprimorando significativamente a Siri e outras ferramentas baseadas em IA.

O treinamento do AppleGPT em um conjunto de dados mais específico e confiável pode resultar em um produto mais preciso e confiável, diferenciando-o de outros modelos como o ChatGPT da OpenAI, que foi treinado em uma vasta quantidade de dados, incluindo livros, artigos e páginas da web. Esta abordagem da Apple pode oferecer uma vantagem em termos de precisão e confiabilidade dos dados gerados pelo seu modelo de IA.

 

Rumo a uma IA Multimodal

A Apple está expandindo seus horizontes no campo da IA, explorando o desenvolvimento de software capaz de gerar imagens, vídeos e cenas 3D. Isso indica um progresso significativo em direção a uma abordagem multimodal de IA, onde múltiplos tipos de dados e formatos de mídia são processados e gerados.

Essa direção de pesquisa demonstra o compromisso da Apple em ultrapassar os limites da IA tradicional, visando criar experiências de usuário mais ricas e interativas. A possibilidade de dispositivos Apple no futuro serem capazes de realizar tarefas complexas de IA, como a criação de avatares digitais e a geração de conteúdo multimídia, abre um leque de possibilidades para aplicações inovadoras em diversas áreas, desde entretenimento até educação e além.

O empenho da Apple em desenvolver seu próprio modelo de linguagem de grande escala (LLM) e a inovadora estratégia de treinamento que envolve parcerias com grandes editoras marcam um ponto de virada significativo na indústria de IA. Com o Ajax GPT e a abertura do código AXLearn, a Apple não só desafia a tradição de fechamento da indústria, mas também sinaliza uma nova era de colaboração e inovação em IA.

Enquanto enfrenta desafios técnicos e preocupações legais e éticas, a empresa está claramente posicionada para ser um influenciador chave na evolução da IA, potencialmente transformando a maneira como usamos e interagimos com a tecnologia no nosso dia a dia. Este artigo destaca as inovações, os desafios e o impacto potencial das iniciativas da Apple em IA, indicando um futuro emocionante e repleto de possibilidades.**

 

Fontes:

Apple Wants to Partner With Major Publishers to Train AI – MacRumors

Apple explores artificial intelligence deals with news publishers – MacDailyNews

Apple AI plans get clearer, company is looking to train its LLM on top news content – India Today

Sumário

Picture of Janderson de Sales

Janderson de Sales

Sou um Especialista WordPress, com formação em Tecnologia da Informação. Trabalho com produção de conteúdo para blogs, desenvolvimento e manutenção de sites WordPress, e sou um entusiasta de tecnologias de inteligência artificial. Tenho conhecimento em produção de imagens de alta qualidade em plataformas de IAs generativas de imagens e possuo habilidades em SEO e desenvolvimento web. Estou comprometido em oferecer soluções inovadoras e eficazes para atender às necessidades do mercado digital.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários